Photo by Kaboompics.com from Pexels

A pandemia do coronavírus está afetando as mais diversas áreas e setores, gerando impactos e mudanças profundas. Por isso, no post de hoje vamos entender sobre o Mercado de Decoração e tendências para o pós-pandemia. Vamos lá?

Macrotendências para o pós-pandemia e seus impactos para os espaços residenciais e corporativos

Neste novo contexto que está sendo construindo no pós-pandemia, profissionais de arquitetura e de design precisarão entender essas novas necessidades e tendências. Assim, poderão incorporar soluções realmente inovadoras, criativas e humanizadas nos seus projetos. É possível que haja aumento pela demanda por profissionais da área de arquitetura e design, na expectativa de que eles tragam soluções inteligentes para os diversos espaços.

A principais macrotendências que devem marcar o mercado de decoração para o período pós-pandemia são:

  • Higienização e limpeza;
  • Diminuição da renda;
  • Sustentabilidade;
  • Preocupação com o desperdício;
  • Autocuidado;
  • Priorização do consumo local;
  • Digitalização do consumo;
  • Home office.

Mercado de Decoração: Espaços residenciais

Devido à imposição compulsória pelo próprio coronavírus, as famílias tiveram que passar mais tempo em seus lares. Antes os espaços residenciais eram projetados, principalmente, com a função de dormitório, pois as famílias concentravam grande parte da sua rotina fora de casa. Com o isolamento social, as pessoas começaram a lançar um novo olhar para as suas casas e os ambientes, principalmente aqueles considerados “sociais”.

Assim, as novas demandas priorizarão os ambientes da residência, conciliando bem-estar, harmonia, funcionalidade e conforto. Neste sentido, dentro do segmento de tecidos, seja para as cortinas ou móveis, serão priorizados materiais com tecnologia que proporcionem conforto, beleza, mas facilidade de higienização.

Em termos de ambientes dos espaços residenciais, será dado uma atenção especial para a sala, hall de entrada e um espaço direcionado para o home office. Porém, é importante destacar que, devido à redução da renda das famílias, as soluções apresentadas terão que levar em consideração a economicidade.

Mercado de Decoração: Espaços corporativos

Em relação aos espaços corporativos, haverá um aumento de preocupação para questões relacionadas com a higienização. Desta forma, os tecidos precisarão apresentar tecnologia que promova uma limpeza mais eficiente. Além disso, as salas de espera e estações de trabalho precisarão levar em consideração um maior distanciamento social.

Além disso, como muitas empresas experimentaram o home office, também será repensada a necessidade de todos os colaboradores estarem presentes durante todos os dias nos respectivos trabalhos. A flexibilização para o trabalho pontual em home office será uma realidade para muitas organizações.

Quanto mais cedo os profissionais entendam o Mercado de Decoração e tendências para o pós-pandemia, mais rápido eles poderão se qualificar para propor soluções diferenciadas para os seus clientes. Quer continuar se informando sobre temas ligados à decoração, arquitetura e design? Assine nosso newsletter e acompanhe todas as tendências. Seja um parceiro Promex Decor.